Liderança Positiva e Capital Psicológico

Liderança Positiva e Capital Psicológico

Liderança Positiva e Capital Psicológico

Quando falamos das qualidades de um líder, muitas vezes pensamos nas ações que eles fazem, mas a liderança positiva não considera somente isto. Ações são meros reflexos do que carregamos em nós mesmos. Inúmeras histórias e parábolas nos falam do que realmente importa, antes de qualquer ação.

Quer um exemplo? Quem já ouviu a história dos 3 porquinhos com atenção, perceberá que o Lobo Mau nada mais é do que nosso Ego e nossos medos. Os dois primeiros irmãos tinham casas feitas de palha e madeira. Ao primeiro ataque do Lobo, se desfizeram. A casa que resistiu ao Lobo era edificada com tijolos, e tinha fundações firmes.

Estas fundações, tão necessárias para não sucumbirmos ao Ego e aos nossos medos, são o nosso Capital Psicológico. Elas são fundamentais não somente para o líder de uma empresa, mas para quem quer ser dono de seu próprio destino.

O Capital Psicológico não é quantificável ou tangível. Não contamos seu valor em milhões ou bilhões. Porém, as pessoas e empresas que o possuem tem a marca da prosperidade tatuada em suas ações e em seus resultados.

O Capital Psicológico, ainda, é o que de mais importante devemos transmitir aos nossos filhos e pessoas que nos rodeiam. Afetos e desafetos precisam desta ferramenta, e é melhor que os ajudemos a conquistá-la. Ter Capital Psicológico fará com que cada um cuide de seu destino com ética, engajamento e sem vitimismo, sem procurar culpados por seus fracassos.

 

Mas do que é feito o Capital Psicológico?

O Capital Psicológico (ou PsyCap, em inglês) é constituído de estados mentais positivos. Na Liderança Positiva, quem quer conduzir alguém precisa nutrir estes estados mentais em si e em sua equipe. São eles:

  • Esperança (Hope): saber definir planos e entrar em ação
  • Eficácia (Efficacy): ter a capacidade de atingir metas
  • Resiliência (Resilience: se adaptar rapidamente às mudanças
  • Otimismo (Optimism): interpretar os fatos e ter uma perspectiva positiva de futuro

Em inglês, as iniciais destas quatro qualidades formam o acrônimo HERO (herói, em português). Significativamente, quem tem estas qualidades é o que os iogues chamam de “herói de si mesmo”.

 

Por que é relevante para a empresa ter Capital Psicológico?

Quando falamos de empresa, precisamos sempre ter em mente que ela é feita de pessoas. De nada adianta você construir seu negócio com uma bela carta de intenções, num espaço físico invejável, com capital de giro e plano de negócios perfeitos.

De nada adianta ter um bando de PHDs, funcionários com MBA, ou ter lido todos os livros de empreendedorismo do mundo, se não houver Capital Psicológico sendo utilizado diariamente pelas lideranças e funcionários.

Empresas que tem Capital Psicológico usam a Inteligência Emocional para lidarem com todas e quaisquer situações. As equipes são engajadas, e estudos mostram que são mais de 200% produtivas, se comparadas com equipes sem Capital Psicológico ativo.

No campo material, quantificável, as empresas conseguem ter uma receita 4,5X superior do que outras empresas do mesmo setor.

Líderes e equipes engajadas rendem 2,5X mais que pessoas sem esperança, resiliência, eficácia e otimismo. Trocando em miúdos, pessoas que assumem seus postos de trabalho somente para ganhar seu pão de cada dia, com medo de morrerem de fome ou não ter melhor oportunidade rendem o mínimo necessário.

Funcionários engajados podem elevar em até 30% o resultado de uma empresa. Desta forma a empresa cresce, e as pessoas ganham novos patamares no autodesenvolvimento.

 

Avaliando seu Capital Psicológico

Pergunte-se: como indivíduo, quanto está meu Capital Psicológico? Estou engajado com os planos de minha empresa ou negócio?

Se sou líder, estou estimulando meus colaboradores a desenvolverem seu Capital Psicológico? Que dinâmicas posso implementar para que isto ocorra?

Nos próximos artigos falarei mais sobre as qualidades específicas do Capital Psicológico, e como podemos alavancar ou potencializar cada uma delas em nós mesmos e nas equipes da empresa.

Lembre-se: uma casa, para manter-se de pé precisa de sólidas formações. Desenvolver nosso Capital Psicológico é a melhor forma de termos robustez para aguentarmos quaisquer situações que se apresentem em nossas vidas.

Deixe um comentário

Nome
E-mail
Website
Comentário